sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Lauren Cohan fala sobre Maggie na 4ª temporada de The Walking Dead

A atriz que interpreta Maggie Greene em The Walking Dead, conta quais característica ela absorveu de sua personagem e fala sobre o amor de seu cachorro de estimação pelos zumbis.Maggie Greene

Lauren Cohan, a atriz que interpreta Maggie Greene, fala sobre sua personagem em entrevista para o blog da AMC. Confira:

Quais eram suas expectativas para sua personagem depois da 3ª temporada?
Antes de tudo, eu queria ver como todos os personagens se distanciaram dos acontecimentos do final da temporada. Como eles estavam lidando com a possibilidade de o Governador ainda ser ou não uma ameaça. E o que eu mais ansiava, e que realmente está acontecendo, era mais desenvolvimento de personagem, o que definitivamente teremos nessa temporada.

O que você sabia sobre as tramas envolvendo a Maggie nesta temporada?
Eu sabia que haveria a possibilidade de gravidez e que o lema dela nessa temporada seria, “Viva, não só sobreviva.” Houve um pouco de apreensão sobre se ela estaria ou não grávida, mas eu acho que ela certamente teria um bebê, se pudesse. Mesmo na sociedade atual, eu não creio que ninguém esteja de fato preparado para um bebê – mas isso não faz com que ter filhos seja necessariamente um decisão errada.

Você ficou feliz em ver Maggie e Glenn voltando a se entender nesta temporada?
Sim, com certeza. Acho que é importante ver as pessoas se desesperarem para então decidirem por onde devem seguir. Se algo dá errado e você consegue se recuperar, então está tudo bem. E foi bom retratar isso no relacionamento deles para explorar o que é esperança naquele mundo.

Ouvi dizer que você costuma levar seu cachorro para as gravações. Como ele reage ao ver os zumbis?
Na verdade ele não se importa muito com os zumbis. É engraçado quando você está com álcool ou spray nas suas roupas porque ele gosta de lamber. Então na verdade ele gosta dos zumbis porque eles estão sempre cobertos com várias coisas diferentes. Um dia eu o trouxe para o set e do outro lado da locação eles estavam fazendo uma explosão. Ele se assustou e fugiu do set, atravessando os escritórios e abrindo as portas – e ele é pequeno, pesa uns 15 kilos – e voltou correndo para o nosso trailer. Fica a quase 1 quilômetro de distância! Me senti muito mal – disse que nunca o traria novamente para o set. Então agora eu sempre o deixo em uma parte separada da locação, com uma música clássica tocando no trailer e coloco desenhos animados de cachorrinhos na TV e contratei uma senhora para cantar para ele… Estou brincando.


Depois de interpretar Maggie por três temporadas, você adquiriu algum aspecto da sua personagem?
Ele meio que me deixou mais tranquila. Acho que a influência sulista da Maggie durante minha estadia aqui me fez ser mais calma comigo mesma. Ele passa por várias lutas e eu acho que ela é muito corajosa e confiante. Mas na verdade é a série que de modo geral me fez mais ligada ao presente. Em parte porque não sabemos o que o futuro nos reserva. E, obviamente, aprendi a lidar com armas e a cavalgar. Agora eu consigo correr com duas metralhadoras.

Maggie e Glenn têm o melhor quarto da prisão – a torre de vigia. Qual é o melhor lugar em que você passou a noite?
Essa é uma ótima pergunta! Quando eu era adolescente, eu costumava ir para a Carolina do Norte com a minha família e nós nos alojávamos em uma casa na praia. Nós alugávamos duas ou três casas próximas uma das outras porque a minha família é gigantesca. Haviam cerca de 30 de nós e você dormia em qualquer lugar. Eu adoro aquelas reuniões de família nas quais todos ficam para passar a noite. Se for por muito tempo, fica meio difícil, mas se for só por alguns dias, é a coisa mais incrível do mundo.